terça-feira, 19 de maio de 2009

Amante X Esposa

Foi provado, após acompanhamento de vários casos, que todo homem precisa de duas mulheres: uma em casa e outra fora de casa, para entender, é muito simples.

- A Esposa cuida da casa, certifica se está tudo em ordem, cuida dos filhos.
- A amante cuida de você e te chama de gostoso.

- A esposa fala dos problemas, das contas a pagar, das dificuldades do dia, reclama que vc demorou a chegar em casa.
- A amante fala da saudade que sentiu de você durante a sua ausência e te oferece uma cerveja.

- A esposa diz que falta alimento, que o leite do nene acabou e usa touca pra ñ tirar a chapinha do cabelo.
- A amante te recebe vestida com babydol, o cabelo esta chapado e escovado, ainda fala que é tudo pra vc.

- A esposa dorme com aquela camiseta velha bem cumprida, a mesma touca no cabelo e as vezes ronca.
- A Amante dorme completamente nua, abraçadinha a você e as vezes empina aquela bundinha maravilhosa pro seu lado.

- A esposa reclama que tudo tem defeito, geladeira, fogão, diz que vai chamar o vizinho pra trocar a lampada etc.
- A amante te recebe onde não se precisa de nada disso, no bar, na pracinha, na praia , e as vezes no apartamento dela onde tudo funciona perfeitamente.

- A esposa telefona pro seu trabalho e manda vc passar antes no açougue, no supermercado, padaria; é pq tá faltando tudo em casa.
- A Amante telefona só pra dizer que vc é gostoso e que a noite anterior foi maravilhosa, que vai te preparar um jantarziho e ela vai ser a sobremesa.

- A esposa reclama do bafo de cachaça, que é uma escrava, que ta se tornando uma amélia.
- A amante te trata com carinho e te mostra aquela marquinha do bronze fio dental da útima vez que vcs foram a praia .

Bem, você vai me perguntar:
- Por que não trocar a esposa pela amante?

Pelo simples fato de que a amante, se for viver com você, passará para o papel de esposa e logo, logo, você precisará arrumar outra!

6 comentários:

Anônimo disse...

concordo com tudo

RebentaMininu disse...

por isso que todos os homens tem que ter um amante... FATO!

anderson disse...

muito bom este texto, parabéns...

Anônimo disse...

Depois de o marido te deixar em casa pra sair com a amante a mulher vai precisar do Ricardão pq ele sabe dar à mulher o q o maridão tbm não dá!...he he.Fiquem espertos homens, o mundo ta mudando.."O galinha de hoje é o corno de amanhã!"

DANIEL disse...

NUNCA VI TANTAS VERDADES!!!
ASSINO EM BAIXO

Ladyjane disse...

Ao mesmo tempo que queremos ter uma pessoa para compartilhar todas as nossas intimidades e os momentos mais importantes de nossas vidas, tal anseio é uma faca de dois gumes, pq faz com que, ao nos revelarmos, percamos a graça na vida em comum (casamento ou união estável), deixando que a rotina, os problemas, os filhos etc, se tornem mais importantes do que o próprio casal, e, muitas vezes, o desejo sexual se perde ou diminui bastante. O casamento serve mais como uma forma de dar ou restaurar a dignidade, moral, mas principalmente social, de se formalizar uma relação perante a sociedade, em que a convivência entre homem e mulher - em que o sexo se faz presente - é tutelada pelo Estado, é notória, e que isso se estende ao campo patrimonial, como forma de se resguardar. Mas o casamento, de forma alguma, garantirá o amor ou a felicidade de nenhum casal, da mesma forma que a duração do relacionamento. No final, ninguém é de ninguém. O casamento pode ser lindo,de certa forma poético, mas, ao mesmo tempo, é difícil conciliarmos, pois nos acomodamos, nos mostramos, nos fazemos conhecer demais na maioria das vezes. E a convivência com qualquer pessoa é difícil, embora tenhamos boa vontade. Acho que o "papel passado" mata um pouco qualquer relação, pois, como um contrato, "é" (torna-se) uma obrigação, parece que somos obrigados a amar, a gostar desse alguém. É um tanto sufocante,parece mais um capricho, uma maneira de se auto-afirmar perante o mundo: ele(a) é meu/minha, como se o outro fosse um objeto. Talvez minha visão esteja um tanto distorcida, mas é assim que tenho compreendido muitos dos relacionamentos (de casamentos, principalmente) hoje em dia, os sentimentos dos parceiros. De certa forma, o casamento faz com que nos tornemos hipócritas. A amante pode parecer fingir, mas muitas vezes não é isso o que acontece, é que a distância (não distância emocional, mas física) ajuda tb o relacionamento, pois cada um mantém a sua privacidade, tem o seu próprio espaço, individualidade, enfim. E ser amante não quer dizer ser interesseira(o) ou fingida(o), claro que há muitas/os assim, como tb há mulheres/homens que se casam por dinheiro e fingem amar o(a) parceiro(a), tudo é relativo. Mas quero dizer que há amantes que realmente amam e, o que é mais chocante, o amor delas(es) é incondicional, pq elas/es aceitam uma situação humilhante, de ficarem escondendo o amor e o relacionamento da sociedade, como se fossem criminosas/os,são incompreendidas e passam por um verdadeiro julgamento moral e social, em que o caráter deles é discutido. Com regalias ou não, mesmo que os encontros secretos não sejam entediantes, cheios de cobranças (mas que no fundo também têm lá as suas cobranças, a menos que o outro/a goste e prefira ser amante a ter um compromisso sério)a/o amante passa por privações, ao menos sociais, pois nunca vai poder assumir publicamente seu relacionamento, vai passar por apuros e angústias se surgir um filho dessa história, não vai passar finais de semana nem se consolar no momento que quiser. Só quando ele/a aparecer, nos dias e horários previamente combinados.E ainda corre o risco de, se o cônjuge do amante for infiel (traíra), aquele ainda se "limpar" em cima do/a amante, se fazer de vítima perante todos e se achar no direito de dar uma surra tanto no marido/esposa como no/a amante. Tem também o seu lado amargo ser amante, não tem? Agora, julgue quem nunca se apaixonou de verdade por um homem ou uma mulher casada ou amasiada/o, por vc não ter pleno domínio sobre os seus sentimentos ou acontecimentos ao seu redor!Podem atirar a primeira pedra!