terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Um caso de Arquivo X

Fato: Destesto ficar sozinho, principalmente à noite.

Podem falar o que quiser. Não gosto mesmo e ponto, foda-se. Parece que tudo acontece quando eu tô sozinho em casa e, essa noite não foi diferente.

Tava jogando Sonic pro Xbox (joguinho bacana, diga-se de passagem), quando deu uma meia noite fui dormir.

Quatro e meia da manhã acordo com um barulhão no telhado e os cachorros do vizinho latindo. Tomei um puta susto e, sempre que acontece isso meu coração dispara, qualquer dia vou ter um infarto e não é brincadeira não, vou mesmo.

Fiquei deitado pra ver se fazia barulho denovo. E fez. Denovo o barulho no telhado seguido de um outro barulho de alguma coisa/alguém tentanto abrir a porta na força.

Pensei: Caralho, tem alguém dentro de casa. Puta que pariu.

Levantei, acendi a luz e denovo a porra do barulho na porta. Fui na cozinha, peguei uma faca de cortar carne, bem afiada, fui pra sala e acendi a luz também. Denovo a porra do barulho. Peguei o telefone pra ligar pra polícia, dei uns 30 segundos com o fone na mão até o medo passar.

Não liguei. Não fez mais barulho e os cachorros não latiram mais.

Peguei o facão denovo fui até a porta, abri com cuidado. Dei uma olhada, fiz a ronda e não tinha ninguém, só as telhas de fibra amassadas. Peguei uma escada subi no telhado e nada.

Desci, fechei tudo e voltei a dormir. Coloquei a faca de baixo da cama.

Cinco e meia da manhã o mesmo barulho e os cachorros latindo. Dessa vez não levantei. Esperei o despertador tocar, fiz o que tinha de fazer e só aí saí. Com a faca, claro.

Resumo: Não tinha niguém la fora. Nem gente, nem bicho, nem nada. Só as telhas amassadas. E não, não foi um gato. Teria que ser um gato muito gordo pra fazer o estrago que fez e, se fosse uma pessoa teria se arrebentado no chão, porque o telhado é alto.

Ou seja: Mistério... Chamarei a Scully e o Mulder pra resolver.

Um comentário:

Márcio Diemer disse...

Putz! Tenebroso caso meu velho!
Mas isso ta com cara de ser um gato, só que MUITO gordo diga-se de passagem!
Da próxima pergunta:
"-Quem esta ai?", se responderem
"-É um gato", dai sim é melhor se preocupar, hehe!
Grande abraço!